16

Resenha: Garoto encontra garota

“Neste novo sucesso de Meg Cabot, Kate Mackenzie é assistente da TPM (Tirana, Perversa e Maldosa) Amy Jenkis, diabólica diretora de RH da empresa onde trabalha. TPM ordena que Kate demita a funcionária mais popular da empresa, o que a leva a ser processada pela demissão injusta. Mas, ao contrário do que todos imaginavam – que Kate ia se dar mal -, ela encontra o amor de sua vida no tribunal.” Resenha Skoob

Um livro simplesmente delicioso e diferente de ler, e bem o estilo dos Chick Lits da Meg Cabot, que eu nem amo…

O livro é da série “Boys” e é todo escrito em conversas por email, conversas de telefone, coisas que a personagem escrevia em lista e notas de supermercados, em cardápios, super diferente.

Existe outro livro antes desse, mas não li, pois este eu comprei num sebo e só tinha ele, mas as histórias dos livros dessa série são diferentes, cada conta a história de um protagonista diferente, embora ainda apareça alguns personagens do outro livro, mas isso não interfere muito se você começar a ler do segundo livro como eu, dá para entender uma história.

Esse daqui, “Garoto encontra garota”, conta a história de Kate Mackenzie, ela trabalha no setor de RH do The NY Journal, com sua melhor amiga Jen, com quem vive trocando emails da “fofoca”. A chefe delas Amy Jenkis, a quem carinhosamente elas chamam de TPM (Tirana, Perversa e Maldosa), vive atormentando elas, até manda a Kate demitir uma funcionária por ela, uma funcionaria que a Kate gostava muito, a senhora do carrinho de doce, só porque ela se rejeitou a dar doce a um dos funcionários, o advogado Stuard, que ela julga mal criado.

Além de todo o drama que sofre para conseguir demitir a senhora, ela acaba de sair de um relacionamento de 10 anos, e agora é obrigada a dormir no sofá da Jen, já que morava com seu antigo namorado e não consegue encontrar nenhum apartamento que caiba no seu orçamento.

Quando finalmente demite a senhora, essa senhora entra com um processo contra a empresa e como o advogado da empresa não pode representar o caso, ele pede para seu irmão, Mitch, advogar o caso. Mas tem um problema, o Mitch é totalmente lindo e encantador, joga basquete com cadeirantes e usa gravatas de desenho animado, além de ter mãos absolutamente perfeitas… Totalmente um cara dos sonhos para Kate, será que ela vai conseguir resistir?