0

Resenha: O garoto da casa ao lado

“Escrito em forma de mensagens de e-mail, ‘O garoto da casa ao lado’ revela a história de Melissa Fuller, uma jornalista de celebridades que está prestes a perder o emprego. Numa certa manhã, Mel está 68 minutos atrasada para o trabalho, completando assim seu 37º atraso no ano. Um recorde. O departamento de Recursos Humanos já lhe mandou um memorando oficial sobre o assunto, seu chefe duvida seriamente do seu compromisso com o jornal e, além disso, até sua melhor amiga anda preocupada com seu bem-estar psicológico. Contudo, dessa vez, ela tem uma desculpa de verdade – estava socorrendo Helen Friedlander, sua vizinha de oitenta anos, que entrou em coma após levar um golpe na cabeça, em conseqüência de um misterioso atentado.” Resenha Skoob

Tanto tempo que não escrevo para vocês, me desculpem…

Hoje vou falar do livro O garoto da casa ao lado, da nossa querida Meg Cabot, o primeiro livro da série garotos, o livro antes do Garoto encontra Garota, que já postei a resenha aqui para vocês, e sim, eu li o segundo livro antes do primeiro, mas ele é aquele tipo de livro que um independe do outro. Bom, o que tenho a dizer sobre este livro: a Meg é melhor escrevendo livros para adolescente, toda vez que ela tenta escrever, pelo menos os que eu já li, um livro um pouco mais “adulto” a protagonista acaba saindo um pouco infantil sabe? Não sei, foi essa a impressão que tive, aliás que já tenho a algum tempo… Mas não sei, os livros que ela escreve como Patricia Cabot são um pouco mais adultos, nunca li nenhum deles, as vezes neles as protagonistas não sejam tão infantis, preciso ler um para comparar, para saber se quando ela assina como Meg Cabot ela realmente quer deixar um pouco mais infantil para suas leitoras adolescentes não terem tanto choque na leitura de um livro mas adulto… Ok, ok, vou parar de pensar aqui, rs.

Vamos a história do livro:

O livro conta a história de Melissa Fuller, uma colunista social louca para fazer reportagens mais sérias, porém, nunca seu chefe a leva  sério e só para piorar a situação, ela vive chegando atrasada e agora que sua vizinha foi atacada por alguém não identificado e entrou em coma, e além do mais, ela deixou seus bichinhos de estimação sós, e Mel se sente na obrigação de tomar conta deles… Após tantas saidas para cuidar dos bichinhos, ela decide ir atrás do único parente da senhora, seu sobrinho Max, um fotografo super famoso, e safado, e quando ela entra em contato com ele, ele logo entra em ação, resolve cobrar um favor devido a muito tempo de seu amigo John, ele pede para que ele vá no apartamento de sua tia para cuidar dos bichinhos e fingir ser ele por um tempo, porém com o que ninguém contava era que ele acabasse se envolvendo com Mel… Confusão na certa!

Anúncios
7

Resenha: Como Ser Popular

“Stephanie Landry poderia ser uma garota comum, cheia de amigos, se não fosse o incidente da Fanta Uva. Desde que derramou – sem querer – refrigerante na saia caríssima da garota mais popular da escola, todo mundo a odeia e ela até virou expressão para gente esquisita ou sem-jeito. Mas agora Steph está decidida a trilhar seu caminho para a popularidade. Com a ajuda de um livro antigo, ela espera mudar a opinião de todos. O problema é que isso pode fazê-la perder os dois únicos amigos dos tempos de “impopularidade”… Será que vai valer a pena?” Resenha Skoob

Confesso que quando via esse livro ficava imaginando como ele devia ser bobinho, ou melhor ficava imaginando ele como uma espécie de auto-ajuda adolescente, para conseguir ser popular, mesmo lendo diversas resenhas, essa ideia não saia da minha cabeça. Mas apesar disso, me propus a ler este livro, já que era da Meg, e vocês sabem né, Meg é Meg, tudo que ela escreve, atrai minha atenção…

Então, primeiras impressões a parte, vamos a história desse livro.

O livro conta a história de Stephanie Landry, uma menina comum, que não é nenhum pouco popular, graças a um incidente que ocorreu alguns anos atrás, onde ela, sem querer, derramou Fanta Uva na saia caríssima da menina mais popular da escola, na certa suicídio social… Mas o fato dela ser assim tão não popular a incomoda muito, então ela passa a ter uma meta, ser popular, e parece que as coisas realmente começam a dar certo, quando ela encontra um antigo livro, um manual de como ser popular, e por incrível que pareça, as dicas que ele revela começam a dar totalmente certo, ela começa a ter tudo que sempre quis, mas será que ela realmente queria tudo aquilo?

Bom, leiam e descubram se esses ideais tão desejados são realmente fundamentais.

3

Resenha: Pegando Fogo

“Katie Ellison é uma mentirosa de mão-cheia e ainda por cima guarda um grande segredo sobre seu antigo melhor amigo, Tommy, que, quatro anos antes, criou um sério tumulto e acabou saindo da cidade. Agora, ele está de volta, e Katie vai ter que decidir se prefere continuar com as mentiras para manter as aparências, ou se finalmente vai abrir a boca e aceitar que as coisas nunca mais serão como antes.” Resenha Skoob

Um coisa antes de tudo devo confessar, esse não foi meu livro preferido da Meg Cabot, não sei, sabe aquele tipo de livro que no começo você não entende muita coisa e que no final as coisas acontecem meio abarrotadas, então esse é mais ou menos assim, mas embora isso, eu não me arrependi nenhum pouco de ter lido, acho que meu único problema foi esperar demais desse livro.

O livro conta a história de Katie Ellison, uma garota popular mas que vive uma vida cheia de mentiras, ela namora o capitão do time, mas mesmo assim não se contenta só com isso e tem um outro namorado, só que lógico, escondido… Além de toda essa vida dupla, ela guarda consigo um segredo de um antigo amigo, Tommy, que saiu da cidade há quatro anos, por um motivo que envolve esse segredo, e como se já não bastasse toda essa vida dupla de ter dois namorados, Tommy volta a cidade, mais lindo do que nunca, e isso está tirando Katie dos eixos…

Espero que leiam e também dêem suas opiniões.

1

Resenha: Cabeça de Vento

“Emerson Watts odeia seu nome, tem problemas com quase todo mundo na escola e seu melhor amigo parece nem desconfiar de sua paixão por ele. Parece que ela tem problemas? Pois um acidente num shopping aproxima Em e a famosa modelo Nikki Howard muito mais do que deveria, e é aqui que os problemas começam de verdade.” Resenha Skoob

Sério, li ele em dois dias, muito bom, entrou para minha lista de preferidos, confesso que era um livro que eu tinha vontade de ler mas não estava na minha lista de imediatos, mas acabou acontecendo do livro vim para na minha mão e não pensei duas vezes antes de começar a lê-lo. Sabe, ele é um chick-lit, mas ao mesmo tempo parece que ele mistura alguma coisa tipo… Ficção cientifica? Não sei ao certo como explicar, só sei que recomendo.

O livro conta a história de Emerson Watts, isso mesmo, nossa personagem principal tem um nome meio masculino, e ela como posso explicar, não é a menina mais popular da escola, tem problema com quase todos os alunos e ainda por cima odeia meninas metidas a patricinhas, além de ter mais um probleminha… está apaixonada pelo seu melhor amigo e não tem coragem de revelar isso a ele. E como se tudo isso já não bastasse, ela tem uma irmã mais nova que é exatamente o tipo de pessoa que ela odeia, uma patricinha, que só liga para sua aparência e fofoca sobre famosos. Até que uma tarde ela é obrigada a levar sua irmã mais nova no shopping, onde um cantor, Gabriel Luna, febre entre adolescentes, que sua irmã adora esta, junto com a modelo internacionalmente famosa, Nikkie Howard. Porem, nesse passeio inocente, acontece um acidente… Emerson é atingida por uma TV de plasma e Nikkie também desmaia.

Enfim, resumindo, quando Emerson acorda, ela está no hospital, e se perguntando porque todo mundo está olhando para ela daquele jeito. Acontece que algo aconteceu com ela, ela acordou no corpo de Nikkie Howard… Aí sim que a confusão começou. Leia o livro, se empolgue com a história, e descubra como essa coisa louca aconteceu e como ela vai viver no corpo de uma supermodelo.

16

Resenha: Garoto encontra garota

“Neste novo sucesso de Meg Cabot, Kate Mackenzie é assistente da TPM (Tirana, Perversa e Maldosa) Amy Jenkis, diabólica diretora de RH da empresa onde trabalha. TPM ordena que Kate demita a funcionária mais popular da empresa, o que a leva a ser processada pela demissão injusta. Mas, ao contrário do que todos imaginavam – que Kate ia se dar mal -, ela encontra o amor de sua vida no tribunal.” Resenha Skoob

Um livro simplesmente delicioso e diferente de ler, e bem o estilo dos Chick Lits da Meg Cabot, que eu nem amo…

O livro é da série “Boys” e é todo escrito em conversas por email, conversas de telefone, coisas que a personagem escrevia em lista e notas de supermercados, em cardápios, super diferente.

Existe outro livro antes desse, mas não li, pois este eu comprei num sebo e só tinha ele, mas as histórias dos livros dessa série são diferentes, cada conta a história de um protagonista diferente, embora ainda apareça alguns personagens do outro livro, mas isso não interfere muito se você começar a ler do segundo livro como eu, dá para entender uma história.

Esse daqui, “Garoto encontra garota”, conta a história de Kate Mackenzie, ela trabalha no setor de RH do The NY Journal, com sua melhor amiga Jen, com quem vive trocando emails da “fofoca”. A chefe delas Amy Jenkis, a quem carinhosamente elas chamam de TPM (Tirana, Perversa e Maldosa), vive atormentando elas, até manda a Kate demitir uma funcionária por ela, uma funcionaria que a Kate gostava muito, a senhora do carrinho de doce, só porque ela se rejeitou a dar doce a um dos funcionários, o advogado Stuard, que ela julga mal criado.

Além de todo o drama que sofre para conseguir demitir a senhora, ela acaba de sair de um relacionamento de 10 anos, e agora é obrigada a dormir no sofá da Jen, já que morava com seu antigo namorado e não consegue encontrar nenhum apartamento que caiba no seu orçamento.

Quando finalmente demite a senhora, essa senhora entra com um processo contra a empresa e como o advogado da empresa não pode representar o caso, ele pede para seu irmão, Mitch, advogar o caso. Mas tem um problema, o Mitch é totalmente lindo e encantador, joga basquete com cadeirantes e usa gravatas de desenho animado, além de ter mãos absolutamente perfeitas… Totalmente um cara dos sonhos para Kate, será que ela vai conseguir resistir?