1

Filme da Semana: Footloose

“Ren McCormick é um rapaz criado na cidade grande que se muda para uma cidade pequena do interior. Disposto a organizar um baile de formatura, Ren acaba descobrindo que dançar não é permitido na cidade. Apaixonado por música, Ren decide lutar pela restauração da dança na cidade e, em meio a isso, acaba conquistando o coração de Ariel Moore. Entretanto, Ariel é a filha do conservador reverendo Shaw Moore, responsável pelo banimento da dança na cidade, em virtude da morte de seu filho.” Sinopse Filmow

O filme é um remake do filme Footloose – Ritmo Louco de 1984, antes de mais nada, devo confessar uma coisa, nunca assisti o filme de 1984, então acreditem, nessa sinopse não haverá nada do tipo, o original é melhor… Embora muitas das criticas desse filme falem isso!

Ren foi criado em Boston, mas após a morte de sua mãe, ele vai morar em Bomont, uma cidade que três anos atrás sofreu uma tragédia, 5 jovens morreram em uma acidente de carro após sair do baile de formatura, e desde então a cidade criou uma lei que proíbe os jovens de escutas músicas seculares, de dançar em público sem supervisão e um toque de recolher… Logo que chega a Bomont, Ren sofre um grande choque, acostumado com a vida de cidade grande, ele se mete em alguns problemas por causa das tais leis, que ele acha simplesmente um absurdo. Então ele decide lutar contra isso… Além disso, o filme conta com um romance, sim, o que seria de um filme sem um romancinho, Ren acaba se apaixonando pela rebelde Ariel, filha do rigoroso reverendo Shaw Moore, o que também rende boas histórias.

Enfim, um filme para quem quer descontrair, com bastante música, dança e por incrível que pareça para filmes desse estilo, personagens com bastante personalidade.

O filme também conta com um livro, inspirado no filme, que pretendo ler, quem sabe qualquer dia desses posto a resenha para vocês.

0

Inspiração Musical

Tempos sem postar inspirações musical…

Bom, hoje o que eu tenho para mostrar para vocês é uma música de uma banda que eu estou louca para ir no show, sim vai ter show da The Downtown Fiction aqui no Brasil, para ser mais exata, 3 shows, em setembro, e ai, mais alguém quer ir? Mayday Parade, The Summer Set (sou louca por eles), Every Avenue e The Downtown Fiction, todos juntos no Next Generation Fest.

Show a parte, sabe aquela música que você tem algo que você tem vontade de falar para uma pessoa f—–, então, THANKS FOR NOTHING AND KISS MY ASS…

Indico também:

Falei do show:

2

Filme da Semana: Para Sempre

“Paige e Leo (Rachel McAdams e Channing Tatum) formam um feliz casal recém-casado cujas vidas são transformadas por um acidente de carro que deixa Paige em coma. Ao acordar com uma perda de memória severa, Paige não se lembra de Leo, mas apenas da confusa relação com seus pais (Sam Neil e Jessica Lange) e do ex-noivo (Scott Speedman) por quem ela talvez ainda sinta algo. Apesar destas complicações, Leo luta para conquistar seu coração novamente e reconstruir seu casamento.” Sinopse Filmow

Sabe, o filme em si só vai estreiar no dia 7 de junho se não me engano, mas sabe aquele tipo de filme que mesês antes de estreiar todo mundo já assistiu? Então, foi mais ou menos isso que aconteceu com este, já assisti ele faz cerca de um mês e não sou a única, no filmow, o filme já foi marcado como assistido quase 1500 vezes… Então, seja para você esperar a estreia oficial, ou assistir naqueles outros termos, vou marca-lo como filme desse semana e fazer a sinopse…

Sei que muitas pessoas vão assistir o filme e ficar pensando, nossa, clichê, mas fazer o que… amo esses filmes clichês. Um filme com uma história muito bonita, e o melhor de tudo, baseado em uma história real, doce, encantador, que faz você querer alguém que te ame tanto ao ponto de fazer o que ele faz por ela no filme.

Paige e Leo são o exemplo de casal feliz, os dois se dão bem e são muito apaixonados (e tiveram um casamento lindo, quando vocês assistirem o filme vocês verão… deu vontade de ter uma casamento daquele jeito), porém um acidente de carro em uma de suas noites românticas muda o rumo dessa história, Paige, entra em coma e quando acorda, ela esqueceu dos últimos anos da sua vida, mais especificamente o tempo em que eles se conheceram e tudo que se passou depois desse tempo. E então Leo começa na luta de tentar fazê-la lembrar do que ele significava para ela ou então conquistá-la novamente…

Sim, mexeu com meu lado romântico e pretendo ler o livro! Recomendo muito.

 

1

Resenha: O que aconteceu com o adeus

“Desde o amargo divórcio de seus pais, McLean e seu pai, um consultor de restaurante, se mudaram para quatro cidades em dois anos. Separada de sua mãe e da nova família de sua mãe, McLean seguiu com seu pai para deixar o passado infeliz para trás. E cada novo lugar dava-lhe a chance de experimentar uma nova personalidade: de líder de torcida a diva do drama. Mas agora, pela primeira vez, McLean descobre um desejo de ficar em um lugar e apenas ser ela mesma, quem quer que ela seja. Talvez Dave, o cara da porta ao lado, possa ajudá-la a descobrir. Combinando a marca registrada da escrita graciosa de Sarah Dessen, ótimos personagens, e a atraente história, What Happened to Goodbye é uma leitura irresistível.” Resenha Skoob

Bom, sou meio suspeita ao falar de algum livro da Sarah Dessen… Todos que estou lendo dela estão ficando no topo da minha lista de livros favoritos, e a autora em si, se tornou a minha autora predileta, seus livros são as tipicas histórias de YA, mas com personagens complexos, que não apenas se apaixonam pelo pelo menino e ficam a partir dai, tentando ficar por ele, com elas, o amor simplesmente acontece, embora elas não estejam procurando e nem querendo um namorado, elas se importam com a família, e muito, e tentam lidar com os dramas familiares, e ainda lidar com o seu próprio eu, e o seu descobrimento. Não tem como não se identificar com seus livros, mesmo com as histórias sendo diferentes da sua vida, alguma atitude ou personalidade de algum de seus personagens faz com que você se veja dentro do livro.

O que aconteceu com o adeus, foi aquele livro que eu comecei a ler e não sosseguei até terminar, devo confessar também que algumas horas cheguei a me emocionar com ele, ok, eu estava em dias muito emotivos, mas acima de tudo, foi um livro com várias frases que servem de lição de vida, sim, são poucos YA que tem esse estilo…

Após a separação de seus pais, Mclean Elizabeth Sweet, decidiu ir morar com o pai, um consultor de restaurantes que viaja muito, e essas viagens os fazem mudar muito, para ser mais exata, quatro cidades em dois anos… E nessas viagens, Mclean percebeu que essa era uma forma de mudar sua vida, em cada cidade que eles se instalaram, ela decidiu adotar um nome e uma personalidade diferente, porém sempre com algo em comum, não se apegar muito com as pessoas para que elas no futuro não venham a magoa-la, de líder de torcida a rainha do drama, Mclean sempre achou que esse era o melhor modo de levar sua vida, até que eles se mudam para Lakeview, e assim como das outras vezes, ela tenta adotar uma nova personalidade, porém, essa sua nova personalidade não vai muito longe, ela acaba logo no primeiro dia, e uma novo nome a escolhe, o seu próprio nome, Mclean, e então ela entra em uma busca para descobrir seu verdadeiro eu, que ela percebeu que não existia devido a tantas mudanças de personalidade, além de descobrir o verdadeiro significado da amizade e de quebra, um amor…

4

Filme da Semana: Hysteria

Image

“A história do primeiro vibrador. A trama se passa na Londres vitoriana, quando dois médicos (Dancy e Jonathan Pryce) se juntam para tratar de histeria – condição que, na época, se associava à irritabilidade das mulheres. Inicialmente o personagem Pryce “alivia” as suas pacientes manualmente, mas o parceiro inventa um aparato elétrico que pode revolucionar o tratamento desse mal.” Sinopse Filmow

Sim, acredito que vocês agora devem estar pensando, então quer dizer que o filme que ela vai indicar essa semana é sobre a história da criação do primeiro vibrador? E eu lhês digo… sim, mas o filme não é a putaria que deve lhe ter vindo a cabeça, muito pelo contrário, é um filme com uma forte critica social.

Hysteria era o nome dado uma a “doença” que as mulheres tinham, algo próximo da TPM, onde elas ficavam super estressadas, depressivas, agressivas, os sintomas variavam muito… Esses sintomas eram causados, ou pelo próprio ciclo mestrual, ou por algum desejo sexual reprimido, de maridos que não ligavam muito pelo bem estar dessas mulheres, e o filme vem debater justamente isso.

Mortimer é um jovem médico a procura de um novo emprego, e heis que lhê surge um, como assistente do Dr. Robert, um médico que trata de mulheres com histeria as aliviando manualmente, a principio, ele acha op emprego muito estranho, mas depois vai se tornando muito requisitado pelas mulheres no consultório e essa sobrecarga começa a deixa-lo com fortes dores na mão… Mortimer tem um amigo que é inventor, sempre com um projeto novo, e então, certa noite, na casa do mesmo, este lhê apresenta um espanador elétrico, e então Mortimer brincado com ele, percebe que este pode ser um aparelho que revolucionaria o tratamento da histeria… Além da própria criação do primeiro vibrador, o filme também mostra um pouco as dificuldades que a mulher sofria na época do filme, que se passa em 1880, a própria dificuldade de satisfação sexual e emocional, até pontos como um a mulher não poder ser independente e nem lutar por um ideal; contando também com um pouco de romance e cenas que rendem boas risadas…

3

Resenha: Jogos Vorazes

“Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?” Resenha Skoob

Sei o que vocês vão falar, mais um post sobre o “clichê” do momento, sim, mais um post sobre jogos vorazes. Confesso que sabia da existência do livro muito antes dele virar febre e filme, quando ele foi lançado aqui no Brasil vi muitos elogios sobre ele, mas nunca tinha tido aquela vontade de lê-lo, acho que por causa da capa, sim, julguei um livro pela capa, mas vamos concordar que ela não é muito lá atraente. Enfim, mas depois de tanto ouvir as pessoas elogiarem o livro decidi, vou lê-lo, e me surpreendi, acho que definitivamente se ele não tivesse virado modinha eu não o teria lido e teria deixado de ler um bom livro, que eu gostei muito, apesar de não ser o estilo de livro que eu gosto.

Agora sobre o filme, eu não assisti, foi por falta de tempo mesmo, e pelo que vejo, imagino o livro em si totalmente diferente do jeito do filme, os personagens, os cenários, o que me fez gostar ainda mais da história.

Ok, vocês já devem estar carecas de saberem a história, mas como toda resenha, tenho que falar um pouco sobre a história do livro…

Katniss, vive em uma nação chamada Panem, que é dividida em distritos, para ser mais exata em 12, antigamente eram 13 distritos, mas um devido a uma revolta, a Capital, que comanda tudo que acontece nos distritos, destruiu o 13º distrito, e para provar que ninguém deve se rebelar contra a Capital, foram criados os Jogos Vorazes, onde todo ano são escolhidos 2 adolescentes de cada distrito, um menino e uma menina, para lutarem dentro de uma arena, o ultimo vivo sai vencedor. Katniss, do distrito 12, tem uma vida sofrida, seu pai morreu em uma explosão na mina de carvão e desde então são apenas ela,sua mãe e sua irmã Prim, para ajudar a família a sobreviver, ela começa a caçar ilegalmente na floresta, onde ela conhece seu melhor amigo Gale, que também teve o pai morto na explosão e também caça ilegalmente para sustentar a família. Para os Jogos Vorazes, são feitas as inscrições das pessoas de 12 a 18 anos, e cada inscrição feita dá o direito a família de ganhar um tipo de suprimento da Capital, então muitos dos adolescentes, optam por colocar o nome deles no sorteio diversas vezes para poder ganhar mais suprimentos, e desse sorteio sai os nomes de quem irá participar dos Jogos. Katniss já tem o nome no sorteio cerca de 20 vezes, e esse ano é o primeiro ano de sua irmã, então ela só tem o nome uma vez no sorteio, como Prim só tinha o nome uma vez no sorteio, nunca passou pela cabeça de Katniss que ela seria a sorteada, mas foi, então para proteger a irmã de ir lutar e morrer nos Jogos Vorazes, Katniss se oferece para ir no lugar dela. O menino que a irá acompanhar é Peeta, um menino que marcou muito sua infância. E então eles vão para arena, para morrer ou vencer, mas até onde será que eles vão para poder sairem vivos de lá?

2

Filme da Semana: Casa Comigo?

“Mulher ansiosa viaja para Dublin para pedir o namorado em casamento, no dia 29 de fevereiro de um ano bissexto. Segundo a tradição irlandesa, nesta data, o homem é obrigado a aceitar o pedido de casamento. Mas quando o tempo arruína sua viagem, ela precisa da ajuda de um grosseiro dono de hospedaria para iniciar uma inesperada travessia no país e fazer o pedido perfeito.” Sinopse Filmow

Mas uma vez com o Filme da Semana atrasado, mas juro, é pela falta tempo e muitos trabalhos a fazer, TCC na reta final é isso…

Sabe aquele filme que é seu preferido, que tudo nele para você é perfeito, desde as trilhas sonoras, até a fotografia, então Casa Comigo? está nessa minha lista. Já assisti ele mais de 30 vezes, não estou exagerando, se eu for colocar realmente na ponta do lápis, da mais vezes que isso, e simplesmente não me canso de assisti-lo, para falar a verdade assisti ele hoje, que estava passando no TeleCine, e é bem provável que você também o já tenha assistido.

O filme conta a história de Anna, uma mulher que tem um relacionamento quase perfeito com um cardiologista, a não ser por um fator, ele ainda não a pediu em casamento, embora eles estejam até comprando um apartamento juntos. Até que chega uma hora que ela acha que será A hora, até vai almoçar com seu pai e fala que está noiva, e ele até brinca com ela, que se isso não acontecesse ela deveria seguir o exemplo de sua avó e ir para a Irlanda no dia 29 de fevereiro para pedir a mão dele em casamento, mas como ela tem certeza que ele irá pedi-la em casamento no jantar, diz que isso, de pedi-lo em casamento não é para ela, mas quando chega a hora do jantar, ela se decepciona, em vez de um anel de noivado na caixinha tinha um brinco. Como era quase dia 29 de fevereiro e ele iria para Dublin para um congresso, ela decide ir até lá para no dia 29, pedi-lo em casamento. Mas parece que o mundo conspira contra ela, a santa Lei de Murphy… Seu avião entra em turbulência devido a uma tempestade e aterriza as pressas, no aeroporto, quando tenta pegar outro voo, descobre que todos foram cancelados de ultima hora, não pode pegar um taxi, então resolve alugar um barco, o barco quase vira em alto mar, e ela vai parar em uma cidadezinha no País de Gales, onde conhece Declan, que a irá guia-la pela sua aventura de conseguir pedir a mão de seu namorado em casamento… Será que ela conseguirá atingir seu objetivo? Ou será que ela irá perceber que não é isso que ela realmente quer?

Uma comédia romântica com direito a os clichês de uma, mas o que seria uma comédia romântica sem clichês? Sem contar o elenco, Amy Adams e Matthew Goode (sempre guiando a mocinha em uma aventura, se lembram de em Curtindo a Liberdade?), e as lindas, ou melhor, maravilhosas paisagens da Irlanda e uma linda trilha sonora.

Precisa de mais para te convencer a assistir?