0

Resenha: Sapatólatras Anônimas

“Um romance que vai fisgar as leitoras… pelos pés. Quatro mulheres diferentes. Um número de sapato comum e um desejo enlouquecedor por sapatos fabulosos. Neste romance, a mulher de um político controlador, uma viciada em compras, uma atendente de disque-sexo com fobia de lugares abertos e uma babá de uma família infernal (que não liga para sapatos, mas faz qualquer coisa para sair de casa!) se encontram nas noites de terça-feira para trocar sapatos, e, no decorrer, construir amizades que as ajudarão a superar seus mais variados problemas.” Resenha Skoob

Sabe aquele livro que você compra por comprar, no caso por que estava na promoção (sou viciada em comprar livros em promoção, hahaha), e acaba deixando ele de lado, sem nunca ler, então, aconteceu isso com esse livro… Estava lá ele, 12,90 na 100% video, e eu com dinheiro, não deu outra, comprei, mas ele acabou ficando na comoda, sempre que ia lê-lo, acabava comprando outro livro e lendo antes dele, mas esse ano decidi coloca-lo na minha meta, e não me arrependi, demorou um pouco para a leitura pegar, mas quando pegou, não consegui largar e li o resto em uma sentada a noite nessa semana.

Classificando esse livro, diria que ele é um Hen Lit, sabe, aqueles Chick Lits que a personagem é um pouco mais velha, e com certeza diria que é um livro que daria um ótimo filme, um daqueles estilo Clube das Desquitadas… Enfim, vamos a história do livro…

O livro conta a história de quatro mulheres: Lorna, Helene, Sandra e Jocelyn, e elas tem algo em comum, paixão por sapatos…

Lorna é uma mulher sem grandes realizações na vida, trabalha como garçonete e vive endividada até o pescoço, mas não consegue parar de comprar sapatos. Quando ela vê que não da mais viver naquelas dividas, ela decide visitar um consultor financeiro, que corta todos os cartões de crédito dela, deixando-a louca. Então, como não pode mais comprar sapatos, ela decide criar um grupo de troca, coloca um anuncio em site atrás de mulheres que também calcem 38, a assim nasce o Sapatólatras Anônimas.

Helene vive uma vida de faixada, é casada com um senador que o trai com várias mulheres, e para piorar, ele cota todos os seus cartões, deixando-a sem seu maior prazer, comprar sapatos.

Sandra é atendente de telesexo, vive trancada em casa porque tem fobia de sair, e como todas as outras, tem um vicio em sapatos e vê no Sapatólatras a oportunidade de superar sua fobia.

Jocelyn é baba de uma família de esnobes, do tipo que não ligam para os filhos e exploram suas babas para fazer qualquer serviço, desde horas extras não remuneradas até lavar a roupa e ir ao supermercado, e isso só piora, pois nas horas de folga, Jocelyn não tem para onde sair e acaba ficando em casa a deriva de sua patroa, então ao encontrar o Sapatólatras, ve a oportunidade de ter algo para fazer no seu tempo livre…

E assim nasce a uma amizade selada por sapatos!

Anúncios
3

Resenha: A Caminho do Verão

“Auden resolve passar as férias de verão em Colby, uma minúscula cidade do litoral, com o pai, sua nova esposa e Thisbe, a filha do casal e sua mais nova irmãzinha. Lá, ela revê seus conceitos em relação à madrasta, encara um emprego de férias em uma boutique totalmente demais e conhece Eli, um garoto misterioso com o qual embarca em uma busca: experimentar uma adolescência sem preocupações que lhe foi negada enquanto ele procura se recuperar de um acontecimento trágico. Junte dois solitários, uma bicicleta, um estoque infindável de madrugadas com insônia, tortas e café e… tudo pode acontecer.” Resenha Skoob

Sabe, sempre fui uma pessoa que gosta muito de ler, mas nunca tive um livro preferido, e quando você está envolvida nesse mundo de leituras, sempre as pessoas te perguntam, Ahh, qual é o seu livro preferido? Nunca soube o que responder, sim, tenho os que eu gosto mais e os que eu gosto menos, mas nunca um favorito, até ler A Caminho do Verão, simples assim, achei meu livro favorito, e olha, comprei ele no impulso (isso acontece com frequencia, comprar livros no impulso), não era um livro que eu estava super ansiosa para ler… Mas quando comecei a ler, logo percebi, tinha encontrado meu livro…

A personagem principal, não é uma daquelas menininhas fúteis que geralmente tem nos livros, que a unica coisa que quer é um namorado, ou ser popular, ou alguma coisa do tipo (não que eu não adore esse tipo de personagem, porque gosto muito), Auden, longe disso, nunca teve um namorado, sempre foi criada como adulta, nunca teve uma infância muito infantil, aliás, sua infância não foi nada infantil, já sofreu algumas decepções na sua vida, é filha de pais separados e sofreu muito durante a separação dos pais, e ainda, quando ela achou que ia se enroscar em alguém, essa pessoa deu um bolo nela no dia do baile de formatura, isso sem contar a sua constante falta de sono… A unica coisa que ela era realmente boa e sabia fazer era estudar. Bom, motivos para não se identificar com ela em algum momento da história é o que não falta, e foi isso que me aconteceu, me identifiquei com a Auden em váários momentos do livro. Só tem uma desvantagem o livro, a unica coisa que não o torna perfeito, é a divisão de tempo, algumas vezes você se perde nele, mas nada muito preocupante, que vai fazer você gostar menos do livro, que em falar de gostar do livro, ele é lindo, a capa; a contra-capa, que é roxa; no final do livro tem uma listinha de músicas que inspiraram a autora no processo de criação; no inicio do livro tem um mapinha para você se situar na cidade em que se passa o livro; e ainda, a autora ainda faz um comentário de como foi a experiência de escrever esse livro, simplesmente amei.

Vamos logo a história…

Após receber um email da madrasta, e um presente do irmão que está na europa, Auden se dá conta de uma coisa, todas as pessoas com quem ela estudou até hoje, quando voltava de suas férias de verão, vinha cheias de histórias para contar, de aventuras que viveu durante o verão, e por um impulso, decide ir passar o verão na casa de seu pai, o ultimo verão antes da faculdade, e que irá mudar sua vida para sempre… Chegando lá, a primeira impressão que ela tem é o que ela está fazendo ali? Naquele mundo muito feminino e que não tinha muito a ver com ela. Logo de cara, nessa história de viver o momento, ela acaba ficando com um cara, e depois se arrependendo muito. Para matar o tempo, ela aceita um emprego na loja de sua madrasta para cuidar da contabilidade, um ambiente que definitivamente não tem nada de Auden, com funcionarias, que ela julga fúteis, e ainda mais, uma delas é a ex-namorada desse cara com quem ela tinha ficado, o que gera um pouco de atrito. Mas o tempo vai passando ela vai conhecendo mais aquele lugar e as pessoas de lá, e acaba se surpreendendo…

1

Resenha: O preço de uma lição

“Os meninos são, sim, capazes de amar. ”Tem um ditado que diz que o amor é cego. É justamente o contrário. Quando você ama de verdade, é capaz de ver coisas que ninguém consegue. Falam que você não consegue enxergar os defeitos, pura mentira também! Você vê, estão todos lá. Mas vê também algo que só você pode, como lidar com eles e contorná-los. Então, o amor não é cego, ele é a maior lente de aumento que já inventaram.” Como acontece esta coisa chamada amor? Nasce junto com a gente, mas não depende só de nós. A gente sofre e faz sofrer, ama e é amado. E com isso aprende muita coisa. Lições que trazem consequências, problemas e soluções. O preço desse aprendizado transforma o garoto em um homem. Esta narrativa, cheia de incidentes, mostra que – ao contrário do que dizem algumas garotas – os meninos são, sim, capazes de amar. Quais as transformações que o amor pode provocar na gente? O que ele ensina? Qual o seu preço? Acompanhe a jornada de um jovem, transformado pelo amor, à procura dessas respostas.” Resenha Skoob

Confesso que li esse livro por pura curiosidade, sempre que lia a resenha dele, não entendia muito bem sua história, já que ela não faz um “resuminho” do livro e sim fala sobre o que ele fala, tinha vontade de saber como ele era, e a oportunidade surgiu, fui na livraria em que geralmente compro meus livros, e lá estava ele na seção de sebo, não resisti e comprei. Comecei a lê-lo com muito preconceito, já que tinha sido escrito por um colírio da capricho, mas depois comecei a gostar mais do livro… Logo na pagina 50, já tive minha primeira impressão do livro, ele tinha história demais em um livro só,  sério, até ali já tinha histórias que se bem trabalhadas, daria uns 3 livros diferentes, mas não sabia bem o que vinha pela frente, depois disso, o livro começou a ficar cansativo, com diálogos muito compridos e repetitivos, e conforme o livro ia evoluindo, isso ia aumentando, até que chega o final, que por mais incrível que pareça, aconteceu muito rápido e em poucas páginas, mas enfim, como se trata da vida de uma pessoa, que parece mais real que muitos personagens de livros por ai, está valido, mas isso me deixou uma segunda impressão do livro, tem o tempo mal repartido. Outra coisa que pesou também, foi a revisão, em muitos momentos do livro faltam acentuação e pontuações e também pude identificar marcações de parágrafos erradas, mas isso eu superei, cheguei até a enviar um email para a editora relatando alguns dos erros. O protagonista em si, é uma pessoa cativante, que lhe dá raiva e que muitas das vezes lhe deixa apaixonada por ele, porque vamos concordar né, quem não quer um namorado como ele? Ok, com muuuitas modificações, mas ele está no caminho certo, hahaha. Leiam o livro e me entenderão.

Bom, impressões a parte, vamos a história do livro…

O livro começa contando o inicio de uma amizade entre 4 amigos, que se conheceram na infância por um incidente,  e que tinha uma coisa muito peculiar em comum, todos faziam aniversário, embora em meses diferentes, no dia 21, então ficaram conhecidos como o quarteto 21. A partir dai, vai contando alguns fatos sobre a vida do protagonista, seus casos amorosos, quase namoros, as meninas com quem ele já ficou, e alguns amigos que passaram por sua vida. Até que chega ao momento em que ele conhece Juliana, a menina mais bonita que ele já viu na vida, e de cara já se apaixonada. Ela reluta um pouco no inicio a ficar com ele, mas acaba começando a namorá-lo, um namoro doce, daqueles que o menino faz de tudo para agradar a menina… Mas como nem tudo na vida é perfeito, começam a surgir alguns problemas, e o livro vem com essa proposta, resolver alguns desses problemas.

Embora tenha falado um pouco mal dele no inicio do post, não me arrependo de ter lido, e chego até a recomendar, pois como já falei, esperava bem menos dele, só resta uma coisa, vocês lerem e tirarem suas próprias conclusões, mas não esqueçam de me contar, hahaha….

6

Resenha: Entre Tigres e Irmãs

“As irmãs Abigail e Emilia Mandriolli têm suas diferenças e irrealizações pessoais, que fazem com, que elas não tenham uma boa relação entre si, no entanto, quando se mudam de cidade e decidem estudar num centro universitário em São Arcangelo a pedidos de suas grandes amigas. Ambas serão vitimas tragadas por um segredo sobrenatural de ‘’Famílias Antigas’’ que envolverão bem mais, do que os dois garotos russos misteriosos sobrepostos nos caminhos delas, com uma única sentença da qual nenhuma delas poderá escapar.” Resenha Skoob

Hoje vou postar a resenha de Entre Tigres e Irmãs, da Fernanda Marinho, uma autora nacional, infelizmente ainda não publicada. estou para postar essa resenha aqui no blog já faz alguns dias, mas por N motivos, acabou não dando para eu postar… Li esse livro a convite da própria Fernanda, que certo dia me mandou um recado no Skoob falando: Cecília, você leria um livro sobre tigres? E eu respondi, sendo um bom livro, leria sim; confesso que a pergunta me assustou um pouco, um livro sobre tigres? Sério, imaginei que fosse alguma coisa sobre tigres no sentido mais literal da palavra, dos tigres vivendo em seu habitat natural, essas coisas, eles sendo uma metáfora da sociedade, veio tudo a minha cabeça, menos o obvio, mesmo vivendo nesse mundo de leitura, com muitas histórias com viés sobrenatural, não me passou pela minha cabeça que esse fosse ter esse viés também.

Enfim, vamos logo a história desse livro…

O livro conta a história de vários personagens, cada um com sua ligação a história, uma das principais histórias são as de Abigail e Emilia, duas irmãs com algumas frustrações amorosas assim digamos, e não se dão muito bem, o que rende boas brigas no livro, Abigail acabara de ser deixada no altar, e Emilia tem um segredo não muito agradável. Ambas viajam para a Russia, separadamente, a convite das amigas para presenciar o noivado delas, mas não esperavam se encontrar lá, e muito menos encontrar verdadeiros deuses gregos, totalmente gostosos e que fariam qualquer menina perder a cabeça, menos elas, que embora lá no fundo estejam apaixonadas, não querem dar o braço a torcer… Esses meninos, guardam um segredo sombrio, mas isso eu não vou contar.

Um livro para todos os gostos, com cenas que vão desde super engraçadas até cenas que dão um friozinho na barriga, um verdadeiro Mystery Lit, se é que me entendem, pena não ter ele impresso, por que ele com certeza é um livro que eu gostaria de ter na minha estante, mas é só falar com a autora, que ela envia o livro em .pdf no seu email com o maior carinho, leiam que não irão se arrepender.

Fale com a autora:

http://sagacondenadosmeriel.blogspot.com/

7

Resenha: Como Ser Popular

“Stephanie Landry poderia ser uma garota comum, cheia de amigos, se não fosse o incidente da Fanta Uva. Desde que derramou – sem querer – refrigerante na saia caríssima da garota mais popular da escola, todo mundo a odeia e ela até virou expressão para gente esquisita ou sem-jeito. Mas agora Steph está decidida a trilhar seu caminho para a popularidade. Com a ajuda de um livro antigo, ela espera mudar a opinião de todos. O problema é que isso pode fazê-la perder os dois únicos amigos dos tempos de “impopularidade”… Será que vai valer a pena?” Resenha Skoob

Confesso que quando via esse livro ficava imaginando como ele devia ser bobinho, ou melhor ficava imaginando ele como uma espécie de auto-ajuda adolescente, para conseguir ser popular, mesmo lendo diversas resenhas, essa ideia não saia da minha cabeça. Mas apesar disso, me propus a ler este livro, já que era da Meg, e vocês sabem né, Meg é Meg, tudo que ela escreve, atrai minha atenção…

Então, primeiras impressões a parte, vamos a história desse livro.

O livro conta a história de Stephanie Landry, uma menina comum, que não é nenhum pouco popular, graças a um incidente que ocorreu alguns anos atrás, onde ela, sem querer, derramou Fanta Uva na saia caríssima da menina mais popular da escola, na certa suicídio social… Mas o fato dela ser assim tão não popular a incomoda muito, então ela passa a ter uma meta, ser popular, e parece que as coisas realmente começam a dar certo, quando ela encontra um antigo livro, um manual de como ser popular, e por incrível que pareça, as dicas que ele revela começam a dar totalmente certo, ela começa a ter tudo que sempre quis, mas será que ela realmente queria tudo aquilo?

Bom, leiam e descubram se esses ideais tão desejados são realmente fundamentais.

3

Resenha: Pegando Fogo

“Katie Ellison é uma mentirosa de mão-cheia e ainda por cima guarda um grande segredo sobre seu antigo melhor amigo, Tommy, que, quatro anos antes, criou um sério tumulto e acabou saindo da cidade. Agora, ele está de volta, e Katie vai ter que decidir se prefere continuar com as mentiras para manter as aparências, ou se finalmente vai abrir a boca e aceitar que as coisas nunca mais serão como antes.” Resenha Skoob

Um coisa antes de tudo devo confessar, esse não foi meu livro preferido da Meg Cabot, não sei, sabe aquele tipo de livro que no começo você não entende muita coisa e que no final as coisas acontecem meio abarrotadas, então esse é mais ou menos assim, mas embora isso, eu não me arrependi nenhum pouco de ter lido, acho que meu único problema foi esperar demais desse livro.

O livro conta a história de Katie Ellison, uma garota popular mas que vive uma vida cheia de mentiras, ela namora o capitão do time, mas mesmo assim não se contenta só com isso e tem um outro namorado, só que lógico, escondido… Além de toda essa vida dupla, ela guarda consigo um segredo de um antigo amigo, Tommy, que saiu da cidade há quatro anos, por um motivo que envolve esse segredo, e como se já não bastasse toda essa vida dupla de ter dois namorados, Tommy volta a cidade, mais lindo do que nunca, e isso está tirando Katie dos eixos…

Espero que leiam e também dêem suas opiniões.

1

Resenha: Cabeça de Vento

“Emerson Watts odeia seu nome, tem problemas com quase todo mundo na escola e seu melhor amigo parece nem desconfiar de sua paixão por ele. Parece que ela tem problemas? Pois um acidente num shopping aproxima Em e a famosa modelo Nikki Howard muito mais do que deveria, e é aqui que os problemas começam de verdade.” Resenha Skoob

Sério, li ele em dois dias, muito bom, entrou para minha lista de preferidos, confesso que era um livro que eu tinha vontade de ler mas não estava na minha lista de imediatos, mas acabou acontecendo do livro vim para na minha mão e não pensei duas vezes antes de começar a lê-lo. Sabe, ele é um chick-lit, mas ao mesmo tempo parece que ele mistura alguma coisa tipo… Ficção cientifica? Não sei ao certo como explicar, só sei que recomendo.

O livro conta a história de Emerson Watts, isso mesmo, nossa personagem principal tem um nome meio masculino, e ela como posso explicar, não é a menina mais popular da escola, tem problema com quase todos os alunos e ainda por cima odeia meninas metidas a patricinhas, além de ter mais um probleminha… está apaixonada pelo seu melhor amigo e não tem coragem de revelar isso a ele. E como se tudo isso já não bastasse, ela tem uma irmã mais nova que é exatamente o tipo de pessoa que ela odeia, uma patricinha, que só liga para sua aparência e fofoca sobre famosos. Até que uma tarde ela é obrigada a levar sua irmã mais nova no shopping, onde um cantor, Gabriel Luna, febre entre adolescentes, que sua irmã adora esta, junto com a modelo internacionalmente famosa, Nikkie Howard. Porem, nesse passeio inocente, acontece um acidente… Emerson é atingida por uma TV de plasma e Nikkie também desmaia.

Enfim, resumindo, quando Emerson acorda, ela está no hospital, e se perguntando porque todo mundo está olhando para ela daquele jeito. Acontece que algo aconteceu com ela, ela acordou no corpo de Nikkie Howard… Aí sim que a confusão começou. Leia o livro, se empolgue com a história, e descubra como essa coisa louca aconteceu e como ela vai viver no corpo de uma supermodelo.